Análise Musical – Quase Sem Querer – Legião Urbana Análise Musical – Quase Sem Querer – Legião Urbana

Admito que não tinha muito o costume de ouvir muito as musicas do Legião Urbana, mas de uns tempos para cá criei grande afinidade com diversas músicas do grupo, e existem muitas que transmitem mensagens literalmente tocantes e que nos fazem pensar muito, por isso o Análise Musical de hoje será com eles, com uma música assim, não tão conhecida, mas que vale a pena conhecer, garanto.

Na verdade essa música não é assim das mais complexas de serem entendidas, mas vale muito a pena fazer algumas análises a respeito de sua letra, afinal, a mensagem transmitida é muito interessante, interessante mesmo. Nada mais justo então do que começarmos pelo começo:

“Tenho andado distraído

Impaciente e indeciso

E ainda estou confuso

Só que agora é diferente

Estou tão tranqüilo

E tão contente…”

Logo no início da música Renato Russo destaca sua aptidão nos detalhes da vida, onde assume que andava distraído, impaciente e indeciso; andava confuso, afinal, não fazia as devidas análises, mas agora, aumentam-se as análises, assim aumentam-se diretamente as dúvidas, mas agora não custa tanto, pois outros sentimentos se tornam maiores como a felicidade de ver o mundo como ele é. Acho que isso fica mais claro na próxima estrofe:

“Quantas chances desperdicei

Quando o que eu mais queria

Era provar pra todo o mundo

Que eu não precisava

Provar nada pra ninguém”

Ficou mais fácil agora? Renato Russo deixa claro sem nenhum tipo de metáfora; agora para entendermos melhor basta estabelecer um contraponto entre o primeiro e o segundo parágrafo, afinal antes ele andava impaciente, indeciso, distraído, mas tudo isso era fruto de um desejo, “provar pra todo o mundo” que ele “não precisava provar nada pra ninguém”, mas “agora é diferente”, está “tão tranqüilo e tão contente”, mas a beleza da música está longe de acabar, então segue a letra:

“Me fiz em mil pedaços

Pra você juntar

E queria sempre achar

Explicação pro que eu sentia

Como um anjo caído

Fiz questão de esquecer

Que mentir pra si mesmo

É sempre a pior mentira”

Neste trecho vemos já o início de uma complexidade de pensamento, afinal começamos a falar de amor, por isso ele se reparte em “mil pedaços”, para que sua amada junte, e explica seu sofrimento destacado no início da musica também quando afirma que sempre queria “achar explicação pro que [...] sentia”, e apresenta uma metáfora bem simples, “com um anjo caído”, onde ele faz questão de esquecer, “que mentir para si mesmo; é sempre a pior mentira”, onde ele mesmo se critica, afirmando ser um aleijão amoroso. Seguindo com a música:

“Já não me preocupo

Se eu não sei por que

Às vezes o que eu vejo

Quase ninguém vê”

Acho que este trecho não requer tantas explicações, afinal, é uma incrível síntese de tudo que tratamos até agora, uma conclusão do próprio Renato Russo, mas o grande êxtase da musica vem agora no trecho:

“Me disseram que você

Estava chorando

E foi então que eu percebi

Como lhe quero tanto…”

Chegando a uma conclusão após todas as dúvidas e discussões ideológicas internas, que abalavam o cantor, mas agora ele descobriu o que realmente ele sentia, não havendo tanta necessidade de demonstrar grandeza nem explicar todos os sentimentos, apenas entender como a vida é a cada passo, para realçar isso posso até voltar um pouco na música, quando Renato Russo afirma que o “infinito é realmente; um dos deuses mais lindos”, o que realça a maravilha da vida, e conclui repetindo várias e várias vezes que ele já não se preocupa se não sabe o porquê das coisas, afinal o que ele vê, “quase ninguém vê”. Existem inúmeras músicas que merecem uma análise eficaz, comente abaixo sobre as musicas que te interessam, podemos dar um jeito nisso. E a respeito dessa letra do Legião Urbana, o que achou? Comente abaixo.