Todos os sites e lojas na hora da compra são mil maravilhas. O vendedor é simpático, serve um cafezinho, o site oferece um brinde, desconto. Tudo bem, até que você faz a compra e o produto não é entregue o que fazer nessa situação?
Quando você compra um produto e não recebe, isso caracteriza quebra de contrato. A atitude mais recomendada é reclamar!

Existem algumas alternativas para o consumidor. Você pode cancelar a compra e receber seu dinheiro de volta ou receber um produto similar ao que você adquiriu. Para isso você precisa notificar a empresa da não entrega da mercadoria, o ideal é fazer isso por escrito. Carta, e-mail, etc.

Porém se apenas reclamar não resolver o problema, alguns procedimentos podem ser adotados.
Guarde as notas fiscais de compra e entrega e/ou qualquer outro documento que comprove que o produto não foi enviado. Como cartas, e-mails e os protocolos de atendimento por telefone. Nesse caso é interessante anotar data e hora da ligação para facilitar a busca no caso de um processo.

Existem sites como o Reclame Aqui. Ou ainda o PROCON, através do telefone 151. Esses órgãos tentam fazer acordos com a empresa e o consumidor. Eles pressionam o prestador de serviço para que o acordo seja cumprido e o problema seja resolvido. A indenização não é garantida, mas facilita a tramitação.

Entretanto se nenhuma dessas medidas for eficaz, você pode e deve processar a empresa e pedir uma indenização pelos danos que sofreu. Vá ao Tribunal Especial Cível (Tribunal de Pequenas Causas) se o dano for inferior a 40 salários mínimos. Ou ainda se for menor que 20 salários mínimos não é necessário contratar um advogado.

É importante salientar que para ser considerado um caso de danos morais é necessário que o abalo seja muito intenso, por exemplo, um vestido de noiva que não é entregue até a data do casamento ou o fogão que não chega, o que faz com que você precise comer fora.